Como acontecimentos, eventos e até fenômenos naturais influenciam as vendas

Se você estava dormindo embaixo de uma pedra você não deve saber, mas na última segunda-feira (21) aconteceu um eclipse solar total. Com isso, houve outro fenômeno muito interessante: o hit dos anos 80 “Total Eclipse of a Heart“, de Bonnie Taylor, que vendia mil downloads por semana, vendeu 500% mais, alcançando a marca de 12 mil cópias vendidas no final de semana. Só no domingo (20), que antecedia o dia do eclipse, foram vendidas 4 mil cópias, passando na frente de… “Despacito.

Acompanhando essa grande venda, o Tracklist e a On Stage Lab te apresentam um post dedicado a lembrar momentos como este, onde as vendas de alguma música ou álbum alavancaram por causa de algum acontecimento. Segue a lista!

Party in the USA – Morte do Bin Laden

Após anos de atentados causados pela Al-Qaeda, o seu líder Bin Laden foi morto pelo exército americano em 2011. Após receber a notícia, milhares de americanos foram as ruas para “comemorar a morte” de um dos responsáveis pelo terrorismo no país.

Confira a “festa” que fizeram na frente da Casa Branca cantando Party in the USA, da cantora Miley Cyrus:

Com isso, a música de Miley pulou da posição #563 para #234 em apenas 5 minutos! Apesar do sucesso, Miley disse: “Não me interessa agradecer Osama por tornar minha música número 1 nas paradas de sucesso. Não sei se quero unir a figura de Bin Laden a de minhas canções” e depois completou com: “Por outro lado, como diz minha tia Dolly, qualquer propaganda é positiva”.
Temos que concordar que Tia Dolly é muito sábia!


Katy Perry – Superbowl

Desde quando foi anunciado que Katy Perry se apresentaria no intervalo do Superbowl, a internet já ficou desesperada imaginando o que viria, até finalmente a apresentação acontecer ao vivo.
A performance teve um impacto e um alcance tão grande que as vendas das músicas de Perry aumentaram 1000%! Na semana anterior ao evento, a venda das músicas bateu 6 mil cópias, porém, após a apresentação, os downloads pagos foram mais de 70 mil.
O destaque foi a “Roar“, música que abriu a apresentação. “Roar” bateu recordes de download, alcançando cerca de 17 mil cliques. E até mesmo Missy Elliot que apareceu brevemente no show teve um aumento nas vendas de suas músicas, de mil para 15 mil downloads.


Chester Bennington – Falecimento

Apesar de ser um assunto bem triste, não podemos negar que uma outra forma que as músicas voltam as paradas é quando o artista ou membro do grupo morre. O caso mais recente foi o de Chester Bennington do Linkin Park, que faleceu no dia 20 de julho desse ano.
As músicas do Linkin Park aumentaram a quantidade de streamings em 730%. No dia 19 de julho, véspera da morte, as músicas tinham sido ouvidas 1,5 milhão de vezes, já no dia em que o corpo do vocalista foi encontrado esse número pulou para 12,6 milhões. A música mais tocada foi “In the End” que saltou de 107 mil execuções no dia 19 para 923 mil no dia 20.

Além disso, as vendas do grupo estavam em 2 mil na véspera, porém com o anúncio da morte esse número passou para 111 mil cópias vendidas, entre músicas e álbuns.


The White Stripes – Fim da banda

O White Stripes anunciou em seu site oficial no dia 12 de fevereiro de 2011 que encerraria as atividades para “preservar o que é bonito e especial nesta banda e fazer com que continue assim”. Um dia após o anúncio que emocionou fãs, as vendas da banda aumentaram notavelmente na loja online da Amazon. O álbum ao vivo e documentário “Under Great White Northern Lights” vendeu 2500% mais.

Enquanto isso, o terceiro álbum de estúdio da banda, “White Blood Cells“, vendeu 600% a mais do que no dia anterior, e o álbum “Elephant” teve um aumento de 400% nas vendas.


American Idiot – Donald Trump eleito

Após a confirmação da vitória de Donald Trump como novo presidente dos Estados Unids, a música do Green Day, “American Idiot“, teve as vendas e streamings alavancadas. Em 24h, a faixa passou a ser a mais ouvida no Last.fm e subiu mais de 400 posições e chegou ao topo do Itunes, deixando lançamentos recentes para trás.

A música tem uma letra bem sugestiva e mostra a indignação das pessoas com a eleição, o que deixou tudo com uma pitada de shade no novo presidente.

 

Além desses exemplos, existem várias maneiras de uma música voltar ao topo, incluindo a especulação do fim do mundo (!!!). Em 21 de dezembro de 2012, data em que a profecia maia anunciou que o mundo iria acabar, a música de Britney Spears, “Till the World Ends”, virou o hit do dia. Seja por um acontecimento, como a morte de Michael Jackson, onde todos correram para comprar seus álbuns, ou por um evento, como foi quando Lady Gaga se apresentou no Superbowl… São infinitos exemplos!

 

tracklist Conteúdo original Tracklist