Fundador da Tower Records, Russ Solomon, morre aos 92 anos enquanto assistia ao Oscar

O fundador da lendária Tower Records, gigante do varejo americano que durante mais de 40 anos atuou na venda de discos e livros, Russ Solomon faleceu na noite desse domingo, aos 92 anos, enquanto assistia à cerimônia de entrega do Oscar.

Segundo seu filho Michael Solomon, ao jornal “The Sacramento Bee” o pai sofreu um ataque cardíaco fulminante.

“Ironicamente, ele estava falando sobre alguém que estava usando uma roupa feia e pediu para a mulher dele, Patti, uma nova dose de uísque”, contou ele. Quando a esposa retornou, ele já estava morto.

Com a chegada dos aparelhos de música, como o iPod e derivados, a Tower Records começou a entrar em crise. A empresa saiu do mercado no final de 2006, após dois processos de falência.

De 1960 a 2006, a Tower Records também controlou lojas de varejo nos Estados Unidos, que foram fechadas quando a empresa declarou a sua falência e liquidação. Sua loja online, Tower.com, foi comprada por uma entidade separada e não foi afetada pelo fechamento das lojas no varejo.

A história de Solomon, que começou o empreendimento na cidade de Sacramento, na Califórnia, foi tema do documentário “All things must pass”, de Colin Hanks. O filme está disponível na Netflix.