Luis Fonsi divulga shows que fará no país com rápida passagem por São Paulo

Por: Deca Pertrini

O porto-riquenho Luis Fonsi veio ao país para divulgar os shows que fará em maio, sendo essa a primeira vez do cantor Brasil.

Dono do maior hit de 2017 e um dos maiores sucessos de 2018, DESPACITO já arrecadou 4 GRAMMY LATINO (Canção do Ano, Melhor Performance de Música Urbana, Gravação do Ano e Melhor Vídeo) e se manteve por mais de 11 meses consecutivos no topo das paradas mundiais, quebrando recordes de vendas, streamings e visualizações no Youtube.

Despacito recebeu 30x o Certificado de Platina, com mais de 1.200.000 unidades ajustadas vendidas.

O outro grande sucesso do cantor “Échame La Culpa”, que conta com a parceria de Demi Lovato, acabou de ganhar uma versão em inglês. “Échame La Culpa – (Not On You)” já é Platina Tripla, com mais de 120.000 unidades.

A versão original, música latina número 1 no mundo, estreou na primeira posição do iTunes em mais de 59 países, garantindo assim o certificado de Diamante nos EUA e já supera a marca de 300 milhões de streams no Spotify, sendo uma das duas únicas músicas em espanhol no TOP 20 da lista global do Spotify e Shazam, além de se manter em primeiro lugar nas rádios latino-americanas.

O clipe de “Échame La Culpa”, produzido por Elastic People e dirigido por Carlos Perez, também esteve na primeira posição na lista de exibições mundiais do Youtube nas primeiras 6 semanas desde o lançamento e hoje está com mais de 1.6 bilhões de visualizações. Mais um feito histórico para a música latina.

Luis Fonsi5

Na manhã dessa terça feira (27), o cantor atendeu alguns jornalistas no Hotel Hilton, em São Paulo, para uma coletiva de imprensa.

Mostrando simpatia e dispensando a ajuda da tradutora na maioria das perguntas realizadas em português, Fonsi falou sobre sua carreira, seus sucessos e suas parcerias com Demi Lovato e Justin Bieber.

Despacito- É uma canção super sensual, com muita elegância, poesia e jogo de palavras, mas nunca com vulgaridade. No outro dia, nós pensamos ‘Essa canção é boa!’. Depois nós demos conta que ela precisava de um featuring e chamamos Daddy Yankee. Nós sentimos que era algo especial e significante para o mundo latino. Ela tinha um bom ritmo, uma letra fácil de cantar, uma produção inovadora e alegre. Nada se compara a isso“.

Eu nunca imaginei que minha canção chegaria ao número 1 na Rússia ou que bateria o recorde de todos os tempos da Billboard. Eu sempre fui uma pessoa positiva, mas nunca imaginei uma loucura dessa

“Sabia que Despacito era especial, mas nunca pensei que iria virar o sucesso que virou. Muita gente quer saber o que vou fazer para superar. Eu não tenho que superar ‘Despacito’. O que conseguimos é que ela entrou para a história. Não sei se tenho que competir com ela, o que importa é continuar a fazer música boa.

Sobre a influência do Reggaeton no reconhecimento mundial da música latina- “Sim claro, tem influenciado muitíssimo todos os gêneros.  Despacito é uma canção pop e é pop porque foi influenciada pelo reggaeton. O rítmo vem da música cubana e o pop necessita desse ritmo. É um ingrediente.” 

“Há alguns anos o pop era com um som mais de bateria e hoje em dia é mais latino. A linha do pop é infinita e artistas do pop usam esse ritmo para suas músicas e artistas de reggaeton cantam melodias mais pop”.

Luis Fonsi1

O interesse dos americanos em falar espanhol- “Não posso falar por todos, há americanos e americanos. Uns não se importam absolutamente em nada em aprender espanhol e há americanos que sim. 

Justin Bieber- “Justin Bieber é meu amigo e tem interesse em falar em espanhol, interesse em gravar uma canção em espanhol. Não o estou defendendo, mas é importante contar a história. A ideia de gravar este vídeo de Despacito em espanhol foi dele, não foi minha. Eu fiz uma versão complemente em inglês. Existe uma versão gravada por mim e por Daddy Yankee completamente em inglês. Esta foi a versão que ele ia cantar. Porque nós não estávamos juntos, eu estava na Europa e ele na Colômbia. Fiz a letra em inglês pensando que ele ia gravar todas as partes dele em inglês. E ele disse não, essa canção é um sucesso em espanhol porque vai mudar? Isso merece crédito”

“A letra de Despacito é complexa, não é uma letra fácil, tem umas palavras grandes. Eu que falo espanhol perfeito, algumas vezes travo a língua. Eu gravei Despacito em português, faz cinco meses, se me dizem para cantar, eu não me atrevo. Porque não quero ser ridículo. Uma coisa é você estar no estúdio cantando foneticamente e outra coisa é saber os sons da boca exatamente. É mais difícil que se pensa. Como todo artista, todos somos perfeccionistas. Preferimos fazer o que nos dá tranquilidade. Foi um grande trabalho e quem quis tomar parte de Despacito foi ele. Foi sua ideia. É um grande artista. Nos abriu muitos portas. Tenho certeza que muita gente ouviu a música porque seu nome estava lá. E graças ao seu nome muita gente ouviu a música e se apaixonou. Foi muito bonito colaborar com ele”

Parceria entre os músicos latinos- “Os músicos latinos são muito unidos.  Daddy Yankee, Maluma, Nicky Jam e J Balvin são bem unidos. Cada vez mais há parcerias e um sempre chama o outro para falar de música e para se ajudarem”.

“Ajudei o quanto pude a divulgar o single “Equis” de J Balvin com Nicky Jam e também foi bem divulgado por outros artistas. Não existe concorrência e sim ajuda e vontade de compartilhar nosso sucesso e fazer músicas juntos”.

 

Luis Fonsi2

Demi Lovato- “Ela é uma artista incrível, muito talentosa e superprofissional. Aprendeu sua parte da música em espanhol rapidinho. Eu só tive que corrigir uma ou outra palavrinha”, entregou. Eu divido com ela todos os sucessos que a música está tendo. Ela ficou muito feliz ao saber que o clipe chegou a um bilhão de visualizações no YouTube, coisa que ela nunca alcançou. Poder fazer parte desses marcos na carreira dela é uma honra para mim”

Parceria com músicos brasileiros- “Eu tenho planos, mas não sei com quem ainda. Pode ser uma mulher, um homem, uma dupla. Quando você pensa em um dueto, você pensa em artistas conhecidos lá fora, mas há tantos outros talentos aqui dentro, por isso que não sei com quem. Ivete Sangalo é uma rainha. Anitta está crescendo muito. Quero aprender mais português e quero que eles cantem um pouquinho de espanhol. Para mim, como artista, tenho que quebrar essa barreira de idiomas”

Shows no Brasil- “Vou preparar algo de diferente no Brasil, ainda mais porque é o meu primeiro show aqui. E isso me emociona, porque estou há 20 anos na luta, quero abrir um cenário para que os brasileiros gostem. Teremos canções não tão populares que também são muito importantes para mim”.

“Eu também gravei Despacito em português mas não me atrevo a cantá-la agora porque não quero que riam de mim. Prometo que estarei falando português na próxima visita.

No final da coletiva, o músico cantou um pedacinho de Despacito, o que serviu de esquenta para os shows no Brasil.

Love + Dance World Tour

03/05 – Curitiba
Live Curitiba
R. Itajubá, 143 – Novo Mundo
Abertura: 19hs
Início: 21hs
Classificação: 16 anos

04/05 – São Paulo
Espaço das Américas
R. Tagipuru, 795, Barra Funda
Abertura: 20:30
Início: 22:30
Classificação: 16 anos

05/05 – Rio de Janeiro
Km de Vantagens Hall
Av. Ayrton Senna, 3000, Barra da Tijuca
Abertura: 20:30
Início: 22:30
Classificação: 16 anos