Missão cumprida: por dentro da arena da próxima geração AEG nas Montanhas Rochosas e seu nome originado de um propósito

Organizadores chamam a instalação em Denver de “uma experiência de shows revolucionária” em uma área de 14 acres para usos diversos.

Os três experientes profissionais da música no comando da AEG Presents Rock Mountains não são típicos promotores de shows – eles são homens numa missão para levar música e cultura para a cidade de Denver e fãs de música por todo o estado do Colorado.

Depois de trabalharem juntos por duas décadas, primeiro na Live Nation e agora na AEG, o CEO Chuck Morris e co-presidentes Don Strrasburg e Brent Fedrizzi juntaram forças com o desenvolvedor Kevin Mc Clintock, sócio sênior na Westfield Co, para construirem uma casa de shows com capacidade para 4.000 pessoas, num antigo parque industrial de Denver.

Depois de desenvolverem com muito custo um inovador terraço com lugares sentados, com palco móvel que pode quase dobrar a capacidade do local, esses empresários da música tinham mais um quebra cabeças para resolver – achar o nome certo para sua nova casa de shows.

“Sempre falávamos sobre como estávamos numa missão para construir um local desse tamanho e depois de considerarmos diversos nomes, alguém sugeriu que o chamássemos de Mission Ballroom,”, diz Morris, um promotor de shows de longa data que se juntou com o pioneiro promotor de Denver Barry Fey e agora está pegando emprestado elementos de alguns de seus locais de shows favoritos como o Red Rocks para criar um local de shows para uma cidade “com pessoas que mais vão a shows do que qualquer outro lugar do mundo.”

“Estamos sempre numa missão para entregar a melhora experiência de shows possível para os artistas e para a comunidade”, disse Strasburg, que desenhou pessoalmente a área de lugares sentados do Mission Ballroom, desenhando padrões com giz no chão e dançando dentro deles para encontrar o equilibro entre conforto e uso ideal de espaço.

“Isso é o que somos e sabemos que esse novo local para 4.000 pessoas corresponderá as expectativas dessa comunidade incrível,” disse à Billboard. “Não vamos nos contentar com nada menos do que o melhor.”

Enquanto a maiorias das casas de show usa sistemas de cortinas para controlar a capacidade do local, o Mission Ballroom usa um palco móvel (similar ao novo The Anthem em Washington D.C., de Seth Hurwitz) construído para receber qualquer turnê moderna e capaz de redimensionar o espaço de superfície disponível e variando a capacidade do local de 2.200 para 3.950 pessoas.

“Você sente a dor quando o local está muito cheio e também sente quando não está cheio o suficiente,” explica Strasburg. “Esse local pode ser ajustado para criar o ambiente perfeito sem mudar a integridade dele.”
Por trás da grande pista do Mission Ballroom estarão mezaninos com espaço suficiente para pessoas sentarem e dançarem, com uma visão clara do palco para pessoas de todas as alturas.

“Queríamos criar um local com foco exclusivo na música ao vivo, mas capaz de funcionar para diversos tipos de públicos,” explica Strasburg, que diz que a AEG encontrou o local e começou a trabalhar nele há três anos. Quando ele for inaugurado no verão norte-americano de 2019, a área de 60 mil pés quadrados do Mission Ballroom receberá o North Wynkoop, uma nova área de 14 acres de uso misto construída pela Westfield Company, de Denver, localizada ao norte da área pós industrial River North Art District.

Além de uma grande pista e área de assentos, o Mission Ballroom terá diversos bares e lugares reservados em duas áreas VIP em cada lado do palco, com uma área para pessoas ficarem em pé a frente de cada secção.
“Criamos uma fila à frente do balcão que será sempre para pessoas ficarem em pé”, diz Strasburg, pois áreas VIP muito perto do palco drenam a energia do local com fãs que são valorosos, mas nem sempre são os mais participativos.

“Sabemos que certas pessoas querem um nível maior de experiência, no entanto, é muito importante que a energia do fã mais fervoroso, não importa o quanto ele pague, vá direto para os artistas,” explica Strasburg.

Chuck Morris, CEO da AEG Presents Rocky Mountains. Courtesy of AEG Presents

Chuck Morris, CEO da AEG Presents Rocky Mountains.
Courtesy of AEG Presents

O Mission Ballroom é o primeiro local a AEG para 4.000 pessoas em Denver – AEG Presents Rock Mountains é o principal promotor de shows no estado e opera diversos locais incluindo o Bluebird Theater (capacidade para 500 pessoas), Gothic Theatre (capacidade para 1.100 pessoas), Ogden Theatre (capacidade para 1.600 pessoas), bem como outros locais no Colorado como 1STBANK Center (capacidade para 6.500 pessoas) em Broomfield e Fiddler’s Green Amphitheatre (capacidade para 18.000 pessoas) em Englewood.

Eles também promovem mais de 100 shows por ano no icônico Red Rocks, perto de Morrison, que serviu de inspiração para alguns elementos de design do Mission Ballroom.

“Esse local nos dá outra opção no nosso portfólio para bandas aumentarem sua popularidade no Colorado,” explica Fedrizzi, “Isso completa nossa caixa de ferramentas – haverá artistas que querem fazer algo especial, e essa é a opção perfeita para eles.”

North Wynkoop e o Mission Ballroom estarão localizados junto ao ocupado corredor do Brighton Boulevard e “toda área do River North está explodindo e vibrante. É uma localização perfeita para o Mission Ballroom com estacionamentos, fácil acesso a linhas de trem e próxima do centro. É o local certo para estarmos.” explica Fedrizzi.

Um projeto do Mission Ballroom.

Um projeto do Mission Ballroom.

“Somos um acre dos 14 e a âncora de todo o projeto,”, explica Fedrizzi, que acrescenta que a área terá lojas, restaurantes e hotel.

Se o Mission Ballroom tiver sucesso, a AEG pretende exportar o modelo para outros mercados ao redor do globo onde a empresa está, diz Rick Mueller, presidente para América do Norte da AEG Presents.
“Servirá como um protótipo que podemos continuar a construir para os fãs que realmente querem apreciar boa música,” diz Mueller. Locais similares estão sendo planejados para as cidades de Nashville e Berlin.

“Ele tem grande capacidade e os locais são muito funcionais tanto para shows, eventos privados e outros especiais. Acreditamos que isso é o futuro da música e um componente crítico para nosso compromisso em investir na construção de novos espaços. Da minha perspectiva, é uma época empolgante. Apesar de termos muitos locais para shows por aí, não há muitos lugares ótimo como o Mission Ballroom. Pretendemos continuar a construir ótimos lugares para shows.”

Para saber mais acesse www.missionballroom.com

Fonte: Billboard