NAQUELA RUA NÃO TINHA ÁRVORES. ALI NASCEU A ON STAGE LAB, CONFORMADA COM SUA DIMENSÃO URBANA

Por Fabiana J. Lian

Adulterei esse haikai de uma outra era, que meu ex-marido, do interior, escreveu pra mim.

A ON STAGE LAB nasceu em uma cidade de poucas árvores. E muita criatividade. Hoje habitamos, numa rua de muitas árvores, um espaço coletivo de criatividade transbordante. Entramos oficialmente em 2016 no dia 25 de janeiro, aniversário super movimentado da cidade de São Paulo, com uma festa na nossa casa, o Coletivo Amor de Madre. Uma palestra inteligente e inspiradora, trilha bem conduzida e a tarde quente, deixou a crise mais inofensiva, a semana leve, os amigos mais amigos, as vontades mais acesas.
IMG_5192

Chutando longe o pessimismo, resolvemos que nossa cidade tem sim, muitas árvores resistentes de espécies diversas. Temos as que enxergam o coletivo como maneira de melhorar sua própria vida e não o contrário; as que  empreendem sem priorizar o dinheiro, as que só vendem o que acreditam, as que plantam hortas e detestam carros. Há as que não param quietas e seguem inventando projetos, tecnologias, problemas. Há as que vivem por música, e atuam para que mais possibilidades se esparramem pela cidade motor-da-américa-do-sul.

Adoramos estar conectados com estas espécies teimosas de várias gerações.

Ter um cara como o Facundo Guerra, representante desta teimosia, faz da nossa festa de abertura a abertura da temporada de plantio. O privilégio de ter gerações teimosas de artistas, empresários, público e produtores ligados a ON STAGE LAB, instala em nossa porta um olho mágico para uma rua cheia de árvores e oportunidades. Obrigada, e benvindos! Queremos que na cidade onde não falta nada,  não faltem projetos, idéias e principalmente palcos para nossas  árvores. Vamos?