Paul McCartney chega a um acordo com a Sony pelos direitos dos Beatles

Por Rodrigo Neves. 

O astro Paul McCartney e a Sony/ATV chegaram a um acordo na disputa pelos direitos autorais de músicas dos Beatles. No dia 18 de janeiro deste ano, McCartney processou a gravadora, solicitando uma declaração para reinvindicar mais de 260 canções, incluindo “Yesterday” e “Hey Jude”, que são creditadas a ele e a John Lennon.

A reinvindicação é baseada na lei de Direitos Autorais de 1976 dos Estados Unidos, que determina que os proprietários de obras que assinaram antes ou em 1º de janeiro de 1978 podem recuperar os direitos “a qualquer momento durante durante um período de 5 anos após 56 anos”. No caso do ex-Beatle, a data seria 5 de outubro de 2018.

O advogado de McCartney, Michael Jacobs, escreveu um comunicado ao juiz distrital Edgardo Ramos para informar sobre o acordo e, assim, anular o processo. “As partes resolveram este assunto ao acertar um acordo confidencial e, conjuntamente, solicitarem que o Tribunal insira a proposta proposta anexa, rejeitando a ação acima mencionada sem prejuízo”.

Os detalhes não foram divulgados, mas a ordem assinada pelo juiz afirma que o Tribunal Federal de Nova York fará cumprir o acordo, caso surja uma nova disputa.

Ainda bem que conseguiram resolver, né?!

 
Matéria realizada com colaboração do Tracklist.