Taylor Swift elimina taxas de ingressos em manobra desesperada para aumentar as vendas

Sem shows com ingressos esgotados para sua turnê “Reputation”, que começa em menos de três semanas, será que Taylor Swift conseguirá “deixar isso pra lá” (num trocadilho com a tradução livre de seu sucesso “Shake it off”)?

Até mesmo a Ticketmaster, que criou o “taylor Swift Tix” apenas para essa turnê, que começa no dia 8 de Maio, demonstra preocupação ao oferecer três dias de vendas sem taxas sobre os ingressos.

A empresa de vendas de ingressos sediada em Beverly Hills fez a oferta de terça a quinta para fisgar aqueles que se desanimaram com os valores das taxas.

Não se esqueça de que poucos na base de fãs da cantora já entregaram um formulário para retorno de impostos da receita federal – esse acordo implica num desconto de 19% nos valores dos ingressos para a turnê “Reputation”, de acordo com um recente estudo de Relatórios de consumo sobre taxas de serviços cobrados pelas empresas norte-americanas de vendas de ingressos.

Uma rápida olhada na plataforma interativa da Ticketmaster dos locais dos shows mostra muitos lugares disponíveis em todos as 40 datas da turnê norte-americana, inclusive nos shows dos dias 20 e 22 de Julho no Metlife Stadium.O contraste da baixa procura por ingressos com a turnê anterior de Taylor Swift, “1989, também já começa a aparecer no mercado paralelo de vendas de ingressos.

Uma análise de seis datas em estádios pelo buscador de ingressos TicketIQ mostra fãs vendendo ingressos a partir de US$ 66,00 no mercado paralelo, em comparação aos US$ 102,00 da turnê anterior.

 O TicketIQ leva em consideração os ingressos mais baratos, os chamados “get-in price”, a melhor medida para entender a demanda por um show, pois elimina ingressos VIP e qualquer outro tipo de pacote que pode mostrar uma diferença muito grande de valores de locais diferentes.

Nem todos os fãs de Taylor Swift estão contentes com a eliminação dos valores das taxas de serviço.

A fã Amy Beth Outland tweetou: “Acabei de receber o e-mail sobre a ausência de taxas nas vendas de hoje. Mas se você já comprou os ingressos, como eu… podemos receber esses valores das taxas de volta?”

Outra fã, Julie Miller, detonou o programa “Verified Fan” da Ticketmaster, rebatizado de “Taylor Swift Tix” para a turnê “Reputation”, que exigia que os fãs se cadastrassem semanas antes dos ingressos irem para pré-venda e para provar que eram verdadeiros fãs e não “bots” tentando comprar ingressos para cambistas.

“Vocês deveriam se envergonhar sobre o GOLPE que deram nos fãs da Taylor Swift com o “Verified Fan” nessa turnê. Meses depois da pré-venda “verificada”, ingressos melhores estão sendo vendidos com valores mais baratos.”

Os valores dos ingressos para a turnê “Reputation” podem cair ainda mais, pois uma análise do TicketIQ mostra que a quantidade de ingressos no mercado paralelo é 35%¨maior do que a da turnê “1989”.

“Baseado na nossa análise de seis datas, comparada à turnê “1989” de 2014, um comprador de última hora tem mais opções do que nunca, com valores mais baixos do que nunca,” disse ao The Post Jesse Lawrence, fundador do TicketIQ.

A Ticketmaster disse disse que “oferece regularmente promoções similares para os fãs.” Os representantes de Swift não retornaram um pedido para comentarem a notícia.

 Fonte: NYPost